image-160

22 732 15 29

geral@saespinho.pt


logotipo

Travessa Fonte 91
4500-553 Anta ESPINHO 

Travessa Fonte 91
4500-553 Anta ESPINHO 

image-961
ARVOREDIGITAL1

O que tratamos

Alcoolismo

Segundo a OMG (Organização Mundial de Saúde), não existe consumo de álcool isento de risco. Assim, a problemática do alcoolismo é encarada pela Comunidade Cientifica como Perturbação do Uso de Álcool (PUA). A 5ª edição do «Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders» (DSM-V) abandonou a distinção entre consumo de risco, consumo nocivo e dependência de álcool, procedendo à sua integração sob a designação - PUA. Esta é definida como um padrão de consumo de álcool prejudicial, que conduz a uma debilitação do estado de saúde e a sofrimento clinicamente significativo.

 

Alguns sinais e sintomas de uma Perturbação de uso de álcool incluem:

Negligenciar repetidamente as responsabilidades em casa, no trabalho ou na escola por causa da sua bebida;

Beber álcool em situações em que é fisicamente perigoso;

Experimentar problemas legais por causa da bebida;

Beber como forma de relaxar;

Perder o controlo sobre a bebida;

Continuar a beber independentemente disso estar a provocar problemas nos seus relacionamentos;

Quer parar de beber, mas não consegue;

Desistir de outras actividades por causa do álcool;

O álcool ocupa grande parte da sua energia e foco;

Abstinência.

Tolerância;

Continuar a beber independentemente das consequências;

ABUSO DE SUBSTÂNCIA / DEPENDÊNCIA QUIMICA

 

Perturbação do Uso de Substâncias é o termo médico usado para descrever um padrão de uso de uma substância (droga) que causa problemas significativos e/ou sofrimento. O abuso de substâncias, refere-se tanto ao abuso de substâncias ilegais, como cannabis, heroína, cocaína ou metanfetamina como as substâncias legais, como álcool, nicotina ou medicamentos prescritos. É uma doença que afecta o cérebro e o comportamento e que conduz a pessoa a uma completa perda de controlo sobre a substância e a sua vida. Sinais de dependência incluem:

 

- Tolerância ou necessidade de quantidades cada vez maiores da droga para obter o efeito desejado;
- Sintoma físicos de abstinência que ocorrem se diminuir ou parar de consumir a substância (ressaca);
- Gastar muito tempo e energia para obter a substância, usar e recuperar-se dos efeitos do uso da mesma;
- Afastamento das actividades sociais e recreativas;
- Continuação do uso da droga, mesmo quando se está consciente dos problemas físicos, psicológicos, emocionais, familiares ou sociais causados pelo abuso de drogas;
- Não cumprir com as suas obrigações e responsabilidades por causa dos consumos;
- Preocupação constante com os efeitos nefastos da abstinência e os efeitos positivos da substância (Obsessão);
- Ter impulsos intensos pela substância que bloqueiam qualquer pensamento (compulsão);
- Gastar dinheiro com a substância mesmo quando sabe que não pode gastar ou não vai conseguir pagar;
- Fazer coisas para obter a droga que normalmente não faria, como roubar;
- Falha nas tentativas de parar de consumir a substância;
- Degradação física e transformações na personalidade.

 

Encontrar um destes 12 sinais devem certificá-lo de que as drogas constituem um problema sério na sua vida, mesmo que a sua mente o tente convencer do contrário. A negação do problema é um dos maiores obstáculos para obter ajuda. O desejo de consumir é tão forte que a mente encontra muitas maneiras de justificar o consumo de álcool, mesmo quando as consequências são óbvias.

 

Contacte-nos.

 
Create Website with flazio.com | Free and Easy Website Builder